Projeto que visa inclusão social recebe prêmio

24/04/2018

Geral Reitoria Presidência


 Incluir Direito é uma iniciativa em parceria com o CESA

Uma pesquisa informal conduzida pelo Centro de Estudos de Advocacia (CESA) descobriu que menos de 1% de advogados em suas firmas são negros. De olho nesses números  a Gerência de Responsabilidade Social e Filantropia do Instituto Presbiteriano Mackenzie (IPM) e a Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM) se uniram ao CESA em uma ação para mudar a realidade dos escritórios de advocacia e desenvolveram o projeto “Incluir Direito”. 

No dia 23 de fevereiro, o programa foi anunciado como vencedor do prêmio “Diversity Initiative of The Year Award 2018”, promovido pela Latin Lawyer, publicação independente e de grande referência na área jurídica internacional. A cerimônia de entrega aconteceu no dia 19 de abril, no Hotel Unique em São Paulo.

Para Carlos José Santos da Silva, presidente do CESA, receber o prêmio Latin Lawyer é muito importante. “Além do reconhecimento internacional dos nossos esforços para a mudança, chama a atenção de todos para o que precisa ser feito para reduzir as desigualdades e a discriminação”, pontua. O presidente do IPM, José Inácio Ramos, destacou a importância da parceria entre os envolvidos e parabenizou pela condução do trabalho que está no segundo ano de realização.  “Para o Mackenzie, esse prêmio só veio para confirmar que estamos desde a nossa fundação no caminho certo, o da inclusão social”, finalizou.

O gerente de responsabilidade social e filantropia do IPM, Joer Correa Batista, acredita que o projeto apresenta alternativa para o tratamento das questões de inclusão sob o viés da confessionalidade e valores do Mackenzie. "Os esforços conjuntos por parte do CESA, do IPM e da UPM demonstram que com soluções simples e partilhadas é possível mudar cenários socioeconômicos complexos, e o reconhecimento é expresso no prêmio recebido", afirmou.  "O projeto é importante para o Mackenzie tanto pelo caminho que se abre para atuar na sociedade, como pelo resultado da ações até aqui realizadas", concluiu Joer.