Laboratório farmacêutico inicia pesquisas no Mackenzie

14/12/2016

Geral Reitoria


Convênio permitirá que professores e alunos da área de Biológicas possam participar dessas pesquisas

Na foto, a partir da esq., Marco Tullio Vasconcelos, Benedito Aguiar e Josimar Henrique Júnior.

A Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM) e a Hebron Farmacêutica – Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação Tecnológica Ltda. acabam de assinar um convênio de ampla cooperação entre as partes em programas e projetos científicos, elaborados em um laboratório para pesquisa, desenvolvimento e inovação tecnológica na área químico-farmacêutica.

O laboratório será instalado no campus Higienópolis e terá a participação de alunos e professores que, em parceria com o grupo da Hebron, fará pesquisas em química, botânica e biologia. “Essa cooperação trará muitos frutos e é de vital importância contarmos com o apoio de uma universidade do porte do Mackenzie”, destacou o diretor-presidente da Hebron Farmacêutica, Josimar Henrique Júnior.

Para o reitor da UPM, Benedito Guimarães Aguiar Neto, esse convênio é uma oportunidade para se investir em inovação tecnológica. “Na realidade nós entendemos que a Universidade não faz inovações tecnológicas e, por outro lado, a empresa tem dificuldades em fazer inovação sem o conhecimento acadêmico, integrando empresa/universidade. Essa é uma oportunidade de aliar competências e contribuir para o desenvolvimento da inovação”, finaliza o reitor.

 

Autoridades presentes:

Benedito Guimarães Aguiar Neto – reitor da UPM; Marco Tullio Vasconcelos, vice-reitor da UPM; Josimar Henrique Júnior, diretor-presidente da Hebron; Bruno de Matos Henrique, sócio da Hebron Farmacêutica; Jan Carlo Morais Oliveira e Manoel Salustiano Almeida Saavedra, professores do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS);, Waldomiro Barbosa, gerente do Mackenzie Soluções; Rinaldo Allara, assessor do Mackenzie Soluções; Samuel Macarenco Beloti, assessor jurídico do Mackenzie.