2009 - Bruno Brusin - Educação Física

-

Sou Bruno Boaventura Brusin da Faculdade de Educação Física, estou fazendo intercâmbio na Faculdade de Ciência do Desporto e Ed. Física da Universidade de Coimbra em Portugal.

-

Ter escolhido Portugal e consequentemente a Universidade de Coimbra deve-se principalmente ao fato do reconhecimento que existe sobre a instituição, pois existem dados que apontam a Universidade de Coimbra como a 14ª mais escolhida pelos alunos de todo o mundo para se fazer intercâmbio. O fato de não falar fluentemente outro idioma pesou bastante na hora da decisão, fato que agora me arrependo, pois poderia aproveitar esta oportunidade e aprender outra lingua, mas dentre as opções que tinha a Universidade de Coimbra, com toda certeza, foi a melhor.

-
Portugal é um país com muitos lugares bom para se conhecer, como a cidade do Porto onde se pode visitar as casas de vinho. Em Lisboa podemos provar o original pastel de belém. O Algarve é uma das melhores praias da Europa, pois tem um clima excelente para se banhar com a água em ótimas temperaturas, e turistas de toda europa em sua maioria. No inverno uma boa opção é a Serra da Estrela, lá existe estação de esqui, você pode alugar equipamento e descer. Para aqueles mais religiosos Fátima é uma ótima opção. Sem falar em Coimbra, cidade muito antiga, só a Universidade tem mais de 700 anos. Ou seja, Portugal além de ótimas Universidades tem muitos lugares para se conhecer, poderia ficar mais tempo falando sobre, mas tem outros assuntos que quero tratar neste depoimento.

-
Quanto a Universidade, a Faculdade de Desporto tem um campus excelente, com campo gramado de futebol, campo de Rugbi, pista oval para corrida, espaço para arremesso de peso, martelo e dardo, academia, pista de patinação, parede de escalada, quadras de tênis, quadras poliesportivas, biblioteca, e etc. Os professores são muito bem gabaritados, com um curriculum impecável, igualmente ao Mackenzie, porém o método de avaliação utilizado pela maioria dos professores pode ser considerado ultrapassado, pois ainda tem a ideia de que o aluno precise executar bem as técnicas das modalidades esportivas, se esquecem que ali estão sendo formados professores e não atletas.

-
Quando aqui cheguei já tinha lugar para morar, que consegui através de alguns contatos que um amigo arrumou. Sai do aeroporto de Lisboa e peguei um taxi até a Rodoviária, lá entrei no auto-carro (Ônibus) para Coimbra. Aqui chegando fui procurar o local onde iria morar, por sorte não era muito longe da Rodoviária, mas com duas malas e uma mochila acabei por cansar bastante, quem vier pra cá vai conhecer o Quebra Costas e saber do que estou dizendo! Como cheguei na semana do Carnaval acabei esperando passar a semana para fazer a minha matrícula, que se encaminhou tudo bem. Como tenho nacionalidade Italiana não tive muitos problemas com alguns documentos exigidos pela Universidade, e assim não tive muito trabalho para efetuar a matrícula.

-
O Apartamento onde morei fica na parte mais antiga de Coimbra, Largo da Sé Velha, era em frente à igreja. Morei com duas brasileiras e um brasileiro, todos da Ed. Fisica, mas fazendo o mestrado. Em outros apartamentos do prédio havia muitos brasileiros também, em sua maioria estudantes de diversos cursos, Direito, Arquitetura, Economia… A princípio conheci apenas brasileiros, mas cada um de um lugar do País. Só aos poucos é que fui conhecendo alguns estrangeiros, e foi muito interessante, pois assim acabei conhecendo um pouco sobre a cultura deles, o que eles costumam comer, beber, a vida nos países deles, enfim, uma experiência sócio-cultural impar.

-
Agora para o próximo semestre irei morar numa república com mais de 30 estudantes de toda europa, cada um com seu quarto individual, mas cozinha e banheiro coletivos, acredito que será uma experiência muito boa, mas ainda não posso afirmar.

-
Vou falar de um item muito importante para quem pensa em vir estudar aqui em Coimbra: os valores. No primeiro semestre quando morava no prédio pagava de aluguel 100 euros/mês, num apartamento de dois quartos, as despesas em geral (água, luz, internet, gás…) somava em média 50 euros. Para comer temos algumas opções, a mais barata é cozinhar em casa, por mês deve-se gastar 100 euros, mas pra quem gosta de comprar sempre umas “besteirinhas” pode acabar gastando um pouco mais, outra opção é comer nas cantinas, nas mais baratas o prato sai por pouco mais de 2 euros. Para esse segundo semestre irei pagar 150 euros com tudo incluso (aluguel, água, luz, internet, gás…) e para comer a média continua a mesma.

-
Para aqueles que gostam da noite, não pensem que irão gastar muito, pois por aqui não se paga para entrar nos lugares, salvo raras excessões, e para beber é bem barato, e as noites são muito agitadas, com as ruas de Coimbra lotadas. Quem vier no semestre de janeiro/junho irá poder aproveitar a maior festa de Portugal, “Queima das Fitas”, é muito tradicional, é a comemoração dos alunos que estão se formando naquele ano, são quase 10 dias de festa, com 2 dias muitos especiais, o da serenata e o cortejo. Na Serenata um grupo de fado (música típica de Portugal) toca em frente a igreja da Sé velha, e a praça fica cheia de estudantes, amigos e familiares, quem chegar tarde não irá conseguir ver nada, após a apresentação as pessoas seguem para os convívios, cada curso faz o teu, lá a festa continua. No cortejo os alunos do penúltimo ano irão montar carros alegóricos com a cor correspondente do curso e irão andar pela cidade distribuindo bebida e comida para todos que estão ali comemorando, parece um dia de carnaval no Brasil.

-
Não vou me alongar muito nas histórias, acredito que cada um sai daqui carregando diversas experiências diferentes, afinal cada um carrega seus valores, e uma história para cada pessoa pode ter significados distintos. Aconselho que faça intercâmbio também e nos conte o seu ponto de vista e acredite que essa experiência vale muito mais do que imaginas. Eu resolvi fazer intercâmbio por que acredito que será um peso muito grande no meu curriculum, mas independente da tua vontade saiba que aqui o teu crescimento pessoal, cultural e social, será igual ou maior que teu  crescimento acadêmico ambos muito importantes.

-
Aproveitem esta oportunidade que o Mackenzie nos dá, e podem confiar no apoio e competência da ACOI, pois comigo eles fizeram tudo que foi possível, um exemplo, tive alguns problemas com passaporte e eles me fizeram uma carta dizendo que eu precisava com urgência, então fui na Polícia Federal e lá consegui adiantar minha entrevista e tirar o passaporte a tempo.
É impossivel escrever tudo aqui neste depoimento, por isso se precisarem tirar qualquer dúvida eu ficaria honrado em ajudá-los.

-
Meu e-mail é bruno.b08@hotmail.com, podem entrar em contato quando quiserem.

-

Bruno Boaventura Brusin