2008 - Fernando Peixoto Frutuoso - Direito

-

A cidade de Coimbra fica no centro de Portugal, a uma hora do Porto e duas horas de Lisboa. Uma viagem de trem para essas cidades custa entre 10 e 15 euros. Foi uma das primeiras capitais de Portugal e já foi a terceira maior cidade (hoje é a quarta maior). Coimbra vive em torno da Universidade e seus alunos, o que significa que ninguém tem grandes problemas para se acomodar por aqui. Há muitos quartos para alugar, refeitórios da Universidade espalhados pela cidade, além de outros restaurantes, bares, cafés, lavanderias, grandes mercados e shopping centers. Por viver em torno da Universidade, torna-se uma “cidade-fantasma” quando não há aulas (nas férias e finais de semanas), pois a maioria dos alunos portugueses volta para suas cidades, restando apenas os estrangeiros em Coimbra.

-

O povo português recebem bem os estrangeiros (em especial os de língua portuguesa) e somos tratados sem qualquer discriminação.

-

A cozinha é parecida com a brasileira, com apenas uma diferença importante: a base da alimentação portuguesa é a carne de porco e o peixe (e não a carne bovina, como no Brasil).

-

Chegar em Portugal por sua vez pode ser um pouco complicado. O Consulado de Portugal em São Paulo está fazendo um esforço a fim de se modernizar, mas que infelizmente ainda não mostra muitos resultados. Alguns meses antes de participar do processo seletivo do ACOI eu pedi junto a eles a minha nacionalidade e passaporte português (já que sou descendente). O Consulado me informou na época que o processo todo (de nacionalização e emissão de passaporte) demoraria no máximo 3 meses. Isso foi em agosto de 2007, e, até agora (maio de 2008) a minha nacionalidade ainda não saiu.

-

Eu acompanhei o processo de perto, telefonando constantemente para o Consulado que sempre me informava que eu com certeza estaria com meus documentos prontos até a data da minha viagem. Só em janeiro (a um mês do meu embarque) eu fui informado “devido ao excesso de serviço” o meu processo não ficaria pronto a tempo e que eu deveria obter o visto de estudante.

-

A documentação para obtenção de visto não é difícil de ser conseguida, mas é um tanto demorada (em especial a certidão de antecedentes criminais da PF que demora cerca de 2 semanas pra ficar pronta). Demorado, porém eficiente ao contrário do Consulado Português, todas as entidades públicas brasileiras cumpriram os prazos para entrega de documentos.

-

Após enviar a documentação para o Consulado, eles marcam um dia para entrevista (o que aconteceu comigo só na véspera do meu embarque, depois de muita, muita insistência da minha parte) e depois você tem que ir pessoalmente em algum Consulado de Portugal para levantar o visto (o que eu tive que fazer na Espanha, em Vigo).

-

Chegando na Universidade de Coimbra você deve comparecer no Gabinete de Relações Internacionais, onde lhe darão instruções sobre sua matrícula e documentação. O atendimento lá é feito pela Dra. Regina, que é bastante atenciosa e sempre disposta a ajudar.

-

A partir da data em que você se apresenta na Universidade, tem um mês para regularizar sua documentação. Isto é, ter o visto em mãos e passar pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) para obter um “cartão de residência”.

-

Sempre que você for ao SEF ou a algum Consulado Português leve todos os seus documentos e prepare-se para perder uma manhã em pé na fila para ser atendido por funcionários públicos despreparados, burocráticos e de uma incompetência que lhe dará orgulho dos funcionários públicos brasileiros. Não tenha pressa nem receio de discutir com o funcionário que lhe atender ou ele vai dar um jeito de não lhe atender e te mandar embora, mesmo que você tenha todos os documentos necessários.

-

A Universidade de Coimbra tem alojamentos para os estudantes muito bons por 100 euros ao mês. Há vários prédios e cada um tem suas características. Todos os quartos são para duas pessoas, com um banheiro para cada um ou dois quartos dependendo do prédio. Os prédios têm normalmente uma cozinha por andar e uma lavanderia por prédio. Alguns têm ainda outras facilidades (como internet nos quartos ou uma sala de computação e uma sala de estudos).

-

Os alojamentos são bastante confortáveis e eu recomendo viver lá pelo menos durante o primeiro mês. Depois, já conhecendo a cidade melhor, você pode encontrar quartos individuais ou coletivos para alugar por volta de 150 e 200 euros.

-

Assim que você for aprovado no processo seletivo ACOI eu recomendo que procure entrar em contato com o setor responsável pelo alojamento universitário, pelo telefone (351) 239-855-950, e falar com a Dra. Rosário (responsável pelos alunos em intercâmbio). Não tente falar com mais ninguém neste setor além da Dra. Rosário, eles só aumentarão a confusão nas informações. Não deixe recados também, não adianta. E atenção: ela só é encontrada na Universidade na parte da manhã (os horários de atendimento aqui são bastante escassos e confusos. Muitos setores só atendem durante um período curto do dia e, normalmente, fecham para o almoço por 2, 3 ou até 4 horas).

-

Infelizmente a organização não é uma das virtudes do setor responsável pelo agendamento dos alojamentos da Universidade. Muitas pessoas que haviam reservado vaga nos alojamentos ainda no Brasil (inclusive alguns que fizeram um depósito para garantir a vaga) chegaram aqui e não encontraram quartos disponíveis. Eu mesmo tive que esperar por 15 dias para conseguir uma vaga lá. Por isso, venha preparado e com seu cartão do albergue da juventude em mãos. Passados os primeiros 15 dias de aulas as residências universitárias ficam mais vazias e, caso você pretenda passar o resto do semestre lá, certamente encontrará vaga.

-

A Universidade tem várias cantinas que servem café da manhã, almoço e janta espalhadas pela cidade (próximas de todas as Faculdades). O café da manhã custa €0,50 e é composto por 2 pães, manteiga, marmelada e uma xícara de café com leite. Você pode acrescentar outras coisas, como suco, queijo ou presunto por um pouco a mais (o café da manhã sempre sai por menos de 1 euro). O almoço e o jantar custam 2 euros cada, e são compostos por 1 pão, 1 sopa, 1 prato com carne (peixe, porco ou frango) 1 acompanhamento (arroz, marcarrão ou batatas) e 1 salada, ainda recebe 1 fruta e 1 água. Também pode-se acrescentar outras coisas como outra sobremesa ou outra bebida por um pouco mais. Algumas cantinas têm vários pratos para escolher e outra não. Há inclusive uma cantina vegetariana se você preferir.

-

Fora das cantinas a refeição não sai por menos de 5 euros (que é, por exemplo, o preço de uma refeição no McDonalds).

-

Não se preocupe com as disciplinas que você escolheu para cursar aqui. Você terá um prazo bastante extenso para assistir todas as aulas que você quiser como ouvinte antes de fazer a matrícula.

-

Normalmente cada disciplina contra com 5 horas de aulas semanais, sendo que 3 horas são ministradas pelo professor titular da cadeira (e são chamadas “aulas teóricas”) e 2 horas ministradas por outros professores (chamadas “aulas práticas” que, dependendo do professor podem ser de fato aulas práticas, com o professor expondo casos e esperando soluções dos alunos, ou podem ser aulas teóricas como a do outro professor, complementando a matéria). A forma de avaliação varia muito de turma para turma.

-

Caso você precise de mais informações, entre em contato comigo pelo e-mail a baixo que eu terei prazer em ajudá-lo. Planejar a sua viagem pode parecer bem complicada no início, mas, uma vez por aqui, você percebe que as coisas são bem mais simples e que tudo tem solução.

-

Fernando Peixoto Frutuoso

E-mail: Fernando.frutuoso@gmail.com