2010 - Giulianna Feirabend Siracusa - Arquitetura e Urbanismo

Oi,

 

Sou  Giulianna Siracusa, aluna do quarto semestre de Arquitetura e Urbanismo no Mackenzie e estou terminando meu intercâmbio universitário de um ano aqui em Florênça, Itália.

 

O motivo que me levou a fazer o  intercâmbio neste momento da Faculdade foi adquirir conhecimento e novas experiências e assim, com mais maturidade pessoal e profissional continuar o curso no Brasil.

 

 A escolha do país influenciou bastante por eu já possuir a dupla cidadania e saber um pouco da lingua. Somado com o fato de que sempre quis conhecer a Itália, a cidade que estou, sem dúvidas, oferece uma herança imensa no que diz respeito às Artes.

 

Deixo em tópico algumas coisas que acho importante saber para quem gostaria de vir também:

 

Itália e a cidade:

Gostei muito de vir para a Itália. Tive algumas oportunidades de viajar pelo país, o que não é difícil porque os trens facilitam muito. Além disso, comparado com o Brasil, as distâncias entre as cidades são bem menores.

 

A vida aqui, pelo que percebi, não é muito diversa do Brasil, exceto pelo fato de que se deve prestar atenção nos horários de abertura dos estabelecimentos porque do contrário se perde muito tempo e paciência também.

 

Florênça é uma cidade muito bonita e não tem jeito de escapar das Artes. O centro é repleto de monumentos antigos, museus, prédios em restauro, ruas em paralelepipedo, ruelas sinistras e milhares de turistas todo dia. E claro, o Duomo que é definitivamente impressionante.

 

Universidade e matricula:

As primeiras semanas aqui foram bem complicadas em geral, porque não podíamos escapar da limitação da lingua e da burocracia, que por sinal aqui na Itália é monstruosa! A gente demorou para achar a nossa secretaria e tivemos que ir e voltar umas duas vezes no mesmo lugar para poder fazer a matricula. Começamos a frequentar os cursos mas não tivemos assistência dentro da faculdade, a não ser quando conseguimos entrar em contato (depois de muitas tentativas) com o professor Lotti, o responsável pelo acordo de intercâmbio.

 

No começo vi muitas aulas diferentes e tive muitas dúvidas para escolher. Como eu prefiro as aulas práticas, eu escolhi duas matérias de laboratório: Laboratorio di Progettazione II e Laboratorio di Tecnologia dell´Architettura. As duas matérias são anuais e a frequência é obrigatória, o que já prende muito do seu tempo. Algumas aulas são de teoria e a maioria delas são de assisténcia aos trabalhos que devem ser entregues. Os dias que não ia à faculdade eu fazia aulas de dança e de francês (os cursos de lingua da faculdade são baratos e muito bons).

 

Residência:

Antes de chegar aqui eu li os depoimentos das outras pessoas que ja vieram e acabei escolhendo a Residencia Universitaria Evergreen que parecia ser muito boa. A segurança é 24 horas, tem serviço de limpeza uma vez por semana e a área de localização, apesar de ser uns 10 minuto de ônibus do centro, é muito boa. Realmente, não tive problemas aqui e gostei muito do que escolhi. Estou em um apartamento de 4 pessoas e me dou muito bem com elas. Foi aqui que acabei conhecendo outros brasileiros do Mackenzie também e  pessoas de diversos lugares. Foi muito bom conhecer as pessoas que vivem aqui na residência porque sempre ficamos conversando em várias linguas,  fazemos comida juntos, saimos e voltamos pro centro juntos também. Essa, certeza, que vai ser umas das coisas que vou sentir mais falta!

 

Custos:

A residência sai uns 295 euros, mais a conta bimestral de energia mais ou menos 80 euros e alimentação uns 20 euros por semana. Tem ainda a mensa (bandejão) de 2,50 euros que não é nada ruim. Para a locomoção tem um bilhete mensal de onibûs que custa 23 euros. Eu diria mais ou menos uns 500 a 550 euros ao mês contando com viagens de final de semana ou saídas a noite.

 

Lingua:

Apesar de ter feito curso de italiano no Brasil, em agosto eu ainda me matriculei em um curso de 4 semanas em uma escola de linguas aqui em Firenze antes de começarem as aulas da faculdade. Com o tempo me senti segura com o italiano e não tive grandes problemas de comunicação. Mesmo que erre no começo continue tentando falar que aprende mais rápido!

 

Clima:

Dois opostos! O verão é muito quente, em torno dos 40 graus e abafado, principalmente em agosto. O inverno bem frio, cerca de zero graus em janeiro.

 

Meu conselho é aproveitar tudo aquilo que pode da cidade, dos cursos e viajar o quanto puder. Converse bastante com as pessoas que estão à sua volta porque elas sempre tem cultura, conhecimento e experiências para compartilhar com você! Enfim, é uma experiência magnífica que todos deveriam tentar participar também!